4 de fev de 2013

7 A VINDA VISÍVEL DO SENHOR JESUS





A vinda visível, ou a segunda vinda do Senhor, é bastante ratificada na palavra de Deus. Este será um evento sem precedentes na história da terra. Existem várias referências quanto a este momento (At 1.11; Ap 1.7; Mt 24.30). Assim como o Filho foi publicamente repudiado e rejeitado, Ele será publicamente apresentado por Deus na segunda vinda. Essa vinda estará associada à visível manifestação de sua glória (Mt 16.27; 25.31).

·      Foi prometido que Ele mesmo virá (At 1.11);
·      No mesmo monte das Oliveiras, de onde ascendeu (Zc 14.4);
·      Virá em chama de fogo (2 Ts 1.8),
·      Nas nuvens do céu com grande poder e glória (Mt 24.30; l Pe 1.7);
·      Ele se levantará sobre a terra (Jó 19.25);
·      Seus santos (a igreja) virão com Ele (l Ts 3.13 / Jd 14,15);
·      Todo o olho o verá (Ap 1.7 / Mt 24:30);
·      Ele destruirá o anticristo, livrando Israel (2 Ts 2.8 / Zc 12.8,9; Zc.14.3-5; Ap.19.11-21)
·      Haverá ressurreição dos mártires. (Ap.20.4-6).
·      Vem para estabelecer o seu reino milenar sobre toda a terra. (Zc.14.9).
·      Israel, (o remanescente) reconhecerá Jesus, como o verdadeiro Messias (Zc.12.10; 13.8,9). (Rm.11.1 e 26).

A Vinda visível do Senhor Jesus ocorrerá logo após a Grande Tribulação.

Mateus 24:29-30 – “Logo em seguida à tribulação daqueles dias, o sol escurecerá, a lua não dará a sua claridade, as estrelas cairão do firmamento, e os poderes dos céus serão abalados. Então, aparecerá no céu o sinal do Filho do Homem; todos os povos da terra se lamentarão e verão o Filho do Homem vindo sobre as nuvens do céu, com poder e muita glória”.

Logo após, à tribulação daqueles dias, referindo-se a grande tribulação. Logo depois da grande tribulação será o momento da vinda do Senhor, a manifestação da sua glória. Desta vez Jesus vem como Leão da Tribo de Judá, com poder e muita glória. O planeta terra passará por um colapso total. O sol não mais dará sua claridade e conseqüentemente a lua também, as estrelas vão cair do firmamento, e os poderes dos céus serão abalados, ou seja, Deus vai fazer um apagão total sobre a terra. Não haverá mais luz alguma para iluminá-la, todos os astros celestiais irão sofrer uma grande intervenção divina. Note que a terra continua em seu lugar, apenas todos os astros celestiais que irão ser abalados por Deus.
Neste momento, aparecerá no céu primeiro um SINAL. Um sinal para vinda do Rei Jesus, antes dele próprio aparecer, um grande sinal nos céus anunciando sua vinda! E, logo após, cumprir-se-á a Palavra escrita:

Filipenses 2:10-11 – “para que ao nome de Jesus se dobre todo joelho, nos céus, na terra e debaixo da terra, e toda língua confesse que Jesus Cristo é Senhor, para glória de Deus Pai”.

Apocalipse 1:7 – “Eis que vem com as nuvens, e todo olho o verá, até quantos o traspassaram. E todas as tribos da terra se lamentarão sobre ele. Certamente. Amém!”

Todos verão o Filho do Homem e se lamentarão, toda língua confessará e todo joelho se dobrará diante do Filho de Deus. Até o diabo irá se dobrar e declarar que Ele é o Senhor.


7.1 ELE VEM COM OS SEUS SANTOS GLORIFICADOS

Na manifestação de sua vinda, o Senhor virá com todos os seus santos que antes foram arrebatados, junto com as miríades celestiais.

Apocalipse 19:11-14 – “Vi o céu aberto, e eis um cavalo branco. O seu cavaleiro se chama Fiel e Verdadeiro e julga e peleja com justiça. Os seus olhos são chama de fogo; na sua cabeça, há muitos diademas; tem um nome escrito que ninguém conhece, senão ele mesmo. Está vestido com um manto tinto de sangue, e o seu nome se chama o Verbo de Deus; e seguiam-no os exércitos que há no céu, montando cavalos brancos, com vestiduras de linho finíssimo, branco e puro”.

Dentre os exércitos que há no céu, vêm aqueles que estarão com vestiduras de linho finíssimo, branco e puro, a igreja glorificada, que fora arrebatada anteriormente. Confira:

Apocalipse 19:8 – “pois lhe foi dado vestir-se de linho finíssimo, resplandecente e puro. Porque o linho finíssimo são os atos de justiça dos santos”.

O linho finíssimo (simbologia humana) é usado para descrever a aparência dos glorificados com o Senhor, na sua vinda. Nesta visão apocalíptica vemos que dentre os exércitos celestiais encontra-se a Igreja glorificada, que anteriormente fora arrebatada.
Em:

1 Tessalonicenses 3:13 – “a fim de que seja o vosso coração confirmado em santidade, isento de culpa, na presença de nosso Deus e Pai, na vinda de nosso Senhor Jesus, com todos os seus santos”.

Colossenses 3:4 – “Quando Cristo, que é a nossa vida, se manifestar, então, vós também sereis manifestados com ele, em glória”.

Ele vem com todos os seus santos. A Igreja arrebatada antes da Grande Tribulação, voltará com Jesus Cristo, na sua segunda vinda. É um fato bíblico e inquestionável. Seremos manifestos em glória, ou seja, com corpos glorificados e iguais ao do Senhor Jesus.

Filipenses 3:20-21 – “Pois a nossa pátria está nos céus, de onde também aguardamos o Salvador, o Senhor Jesus Cristo, o qual transformará o nosso corpo de humilhação, para ser igual ao corpo da sua glória, segundo a eficácia do poder que ele tem de até subordinar a si todas as coisas”.

Romanos 8:17 – “Ora, se somos filhos, somos também herdeiros, herdeiros de Deus e co-herdeiros com Cristo; se com ele sofremos, também com ele seremos glorificados”.


7.2 A BATALHA DO ARMAGEDOM

No final da grande tribulação, quando o anticristo romper o pacto com Israel, nos últimos três anos e meio deste período, haverá uma grande campanha militar contra Israel. O anticristo mobilizará as confederações das nações para invadirem Israel e a despojarem. O próprio Jesus já afirmava sobre esta profecia bíblica:

Lucas 21:20 – “Quando, porém, virdes Jerusalém sitiada de exércitos, sabei que está próxima a sua devastação.”

As nações confederadas cercarão Israel por toda parte. Esses exércitos das nações confederadas serão ajuntados pela trindade satânica, com o fim espiritual de pelejar contra o próprio Cristo.

Apocalipse 16:13-14 – “Então, vi sair da boca do dragão, da boca da besta e da boca do falso profeta três espíritos imundos semelhantes a rãs; porque eles são espíritos de demônios, operadores de sinais, e se dirigem aos reis do mundo inteiro com o fim de ajuntá-los para a peleja do grande Dia do Deus Todo-Poderoso.”

Esse ajuntamento das nações da terra acontecerá num lugar chamado Armagedom, Apocalipse 16:16 – “Então, os ajuntaram no lugar que em hebraico se chama Armagedom”. Armagedom significa Monte De Megido, e será o palco para a guerra das guerras. As tropas do anticristo marcharão contra Israel e se dirigirão para o Armagedom, no Megido, onde se encontra a grande planície de Esdrelom.
Existem várias outras localidades geográficas também relatadas dessa campanha.
1)   Joel 3.2,13 fala dos acontecimentos que ocorrerão no "vale de Josafá", que parece ser uma área extensa a leste de Jerusalém. Ezequiel 39.11 fala do "vale dos viajantes", que pode referir-se à mesma área que o vale de Josafá, visto que era uma rota de saída de Jerusalém.
2)   Isaías 34 e 63 retratam a vinda do Senhor de Edom ou Iduméia, sul de Jerusalém, quando Ele retornar do julgamento.
3)   A própria Jerusalém é vista como o centro do conflito (Zc 12.2-11; 14.2 / Lc 21:20).

Armagedom será o local em que as tropas se reunirão vindas dos quatro cantos da terra, e de lá a batalha se espalhará por toda a Palestina. Então a batalha de Armagedom se estenderá desde o vale de Megido no norte da Palestina, através do vale de Josafá, Jerusalém, até Edom no extremo sul da Palestina. Com isso concordam as palavras do profeta Ezequiel, de que os exércitos dessa grande batalha virão "para cobrir a terra" (Ez 38:9,16). O livro do Apocalipse 14:20, também fala que o sangue correrá dos freios dos cavalos por 1 600 estádios, e foi observado que 1 600 estádios cobrem toda a extensão da Palestina. Mas Jerusalém sem dúvida será o centro de interesse durante a batalha de Armagedom, pois a Palavra de Deus diz: "Reunirei todas as nações contra Jerusalém para a batalha" (Zc 12:2-11 / 14:2 / Lc 21:20).

Zacarias 12:2 – “Eis que eu farei de Jerusalém um cálice de tontear para todos os povos em redor e também para Judá, durante o sítio contra Jerusalém.”

Zacarias 14:2 – “Porque eu ajuntarei todas as nações para a peleja contra Jerusalém; e a cidade será tomada, e as casas serão saqueadas, e as mulheres, forçadas; metade da cidade sairá para o cativeiro, mas o restante do povo não será expulso da cidade”.

Os exércitos do anticristo será uma coligação de várias nações, onde já abordamos algumas no estudo anterior sobre A GRANDE TRIBULAÇÃO. Vimos três grandes desses poderes mundiais:

1)   A confederação do norte, a Rússia e seus aliados; (Ez 38 e 39)
2)   A confederação do leste ou asiática e seus aliados de além do Eufrates (provavelmente china, índia, Japão e outros povos). (Ap 16:12-16)
3)   O poder do Sul, Egito e seus aliados. (Dn 11:40)
4)   Temos outro grande poder a se apresentar nesta campanha em virtude de sua participação ativa. O Senhor e seus exércitos celestiais.

Apocalipse 16.12 revela alguns acontecimentos para que os poderes asiáticos entrem na região da Palestina, o ressecamento do Rio Eufrates. Este rio sofrerá um juízo de Deus e secará para a passagem da confederação do leste (Vemos isso no estudo anterior A GRANDE TRIBULAÇÃO).

Apocalipse 16:12 – “Derramou o sexto a sua taça sobre o grande rio Eufrates, cujas águas secaram, para que se preparasse o caminho dos reis que vêm do lado do nascimento do sol.

Embora essas confederações se levantem contra Israel, espiritualmente é contra o próprio Senhor Jesus que o inimigo tentará pelejar por ocasião de sua manifestação visível (Sl 2.2; Is 34.2, Zc 14.3; Ap 16.14; 17.14; 19.11,14,15,19,21).
Esta será a “peleja do grande Dia do Deus Todo-Poderoso”, pois, quando as tropas do anticristo se posicionarem contra Israel, o próprio Senhor irá destruí-los pela manifestação da sua SEGUNDA VINDA, A VINDA VISÍVEL DO SENHOR. Ele virá exatamente neste momento, no final da grande tribulação, quando Israel estiver cercado por todos os lados e estiver em grande angústia.
Devemos lembrar os acontecimentos que precedem a sua gloriosa vinda. O sol, a lua e as estrelas escurecerão, haverá um total apagão, os poderes dos céus serão abalados, o sinal do filho do Homem será manifesto, e então o próprio Senhor aparecerá com poder e muita glória para destruir os exércitos do anticristo e livrar Israel de sua peleja, os seus pés estarão no monte das Oliveiras, que se fenderá ao meio.

Zacarias 14:2-4 – “Porque eu ajuntarei todas as nações para a peleja contra Jerusalém; e a cidade será tomada, e as casas serão saqueadas, e as mulheres, forçadas; metade da cidade sairá para o cativeiro, mas o restante do povo não será expulso da cidade. Então, sairá o Senhor e pelejará contra essas nações, como pelejou no dia da batalha. Naquele dia, estarão os seus pés sobre o monte das Oliveiras, que está defronte de Jerusalém para o oriente; o monte das Oliveiras será fendido pelo meio, para o oriente e para o ocidente, e haverá um vale muito grande; metade do monte se apartará para o norte, e a outra metade, para o sul.”.

2 Tessalonicenses 2:8 – “então, será, de fato, revelado o iníquo, a quem o Senhor Jesus matará com o sopro de sua boca e o destruirá pela manifestação de sua vinda”.

Joel 3:1-2 – “Eis que, naqueles dias e naquele tempo, em que mudarei a sorte de Judá e de Jerusalém, congregarei todas as nações e as farei descer ao vale de Josafá; e ali entrarei em juízo contra elas por causa do meu povo e da minha herança, Israel, a quem elas espalharam por entre os povos, repartindo a minha terra entre si.”

Ezequiel 38:18-23 – “Naquele dia, quando vier Gogue contra a terra de Israel, diz o Senhor Deus, a minha indignação será mui grande. Pois, no meu zelo, no brasume do meu furor, disse que, naquele dia, será fortemente sacudida a terra de Israel, de tal sorte que os peixes do mar, e as aves do céu, e os animais do campo, e todos os répteis que se arrastam sobre a terra, e todos os homens que estão sobre a face da terra tremerão diante da minha presença; os montes serão deitados abaixo, os precipícios se desfarão, e todos os muros desabarão por terra. Chamarei contra Gogue a espada em todos os meus montes, diz o Senhor Deus; a espada de cada um se voltará contra o seu próximo. Contenderei com ele por meio da peste e do sangue; chuva inundante, grandes pedras de saraiva, fogo e enxofre farei cair sobre ele, sobre as suas tropas e sobre os muitos povos que estiverem com ele. Assim, eu me engrandecerei, vindicarei a minha santidade e me darei a conhecer aos olhos de muitas nações; e saberão que eu sou o Senhor.”

Zacarias 14:12-15 – “Esta será a praga com que o Senhor ferirá a todos os povos que guerrearem contra Jerusalém: a sua carne se apodrecerá, estando eles de pé, apodrecer-se-lhes-ão os olhos nas suas órbitas, e lhes apodrecerá a língua na boca. Naquele dia, também haverá da parte do Senhor grande confusão entre eles; cada um agarrará a mão do seu próximo, cada um levantará a mão contra o seu próximo. Também Judá pelejará em Jerusalém; e se ajuntarão as riquezas de todas as nações circunvizinhas, ouro, prata e vestes em grande abundância. Como esta praga, assim será a praga dos cavalos, dos mulos, dos camelos, dos jumentos e de todos os animais que estiverem naqueles arraiais.”

O Senhor ferirá todos os exércitos do anticristo, todas as confederações das nações, será mui grande a destruição deles. Em muitas outras passagens fazem referência a essa destruição (Ezequiel capítulo 38 e 39 / Joel 3:12-17 / Apocalipse 17:14 / Joel 2:20 / Malaquias 3:2). Outra visão extraordinária do juízo de Deus é mostrada em Apocalipse.

Apocalipse 19:11-21 – “Vi o céu aberto, e eis um cavalo branco. O seu cavaleiro se chama Fiel e Verdadeiro e julga e peleja com justiça. Os seus olhos são chama de fogo; na sua cabeça, há muitos diademas; tem um nome escrito que ninguém conhece, senão ele mesmo. Está vestido com um manto tinto de sangue, e o seu nome se chama o Verbo de Deus; e seguiam-no os exércitos que há no céu, montando cavalos brancos, com vestiduras de linho finíssimo, branco e puro. Sai da sua boca uma espada afiada, para com ela ferir as nações; e ele mesmo as regerá com cetro de ferro e, pessoalmente, pisa o lagar do vinho do furor da ira do Deus Todo-Poderoso. Tem no seu manto e na sua coxa um nome inscrito: Rei dos Reis e Senhor dos Senhores. Então, vi um anjo posto em pé no sol, e clamou com grande voz, falando a todas as aves que voam pelo meio do céu: Vinde, reuni-vos para a grande ceia de Deus, para que comais carnes de reis, carnes de comandantes, carnes de poderosos, carnes de cavalos e seus cavaleiros, carnes de todos, quer livres, quer escravos, tanto pequenos como grandes. E vi a besta e os reis da terra, com os seus exércitos, congregados para pelejarem contra aquele que estava montado no cavalo e contra o seu exército. Mas a besta foi aprisionada, e com ela o falso profeta que, com os sinais feitos diante dela, seduziu aqueles que receberam a marca da besta e eram os adoradores da sua imagem. Os dois foram lançados vivos dentro do lago de fogo que arde com enxofre. Os restantes foram mortos com a espada que saía da boca daquele que estava montado no cavalo. E todas as aves se fartaram das suas carnes.”

Em Ezequiel demonstra o tamanho dessa destruição. Sete meses são gastos para retirar os mortos (39.12) e sete anos são necessários para retirar os escombros (39.9,10). O anticristo e o falso profeta serão lançados no lago de fogo e enxofre.
Sem dúvida nenhuma essa será a maior de todas as guerras, o Senhor vencerá com poder e muita glória e vencerão também a Igreja do Senhor, que estará com Ele na sua vinda.

Apocalipse 17:14 – “Pelejarão eles contra o Cordeiro, e o Cordeiro os vencerá, pois é o Senhor dos senhores e o Rei dos reis; vencerão também os chamados, eleitos e fiéis que se acham com ele”.


7.3 A SUA VINDA EM RELAÇÃO A ISRAEL (O REMANESCENTE)

Vemos que no período da grande tribulação, o Senhor selou 144 mil judeus, 12 mil de cada tribo. Esses são os remanescentes que serão salvos por Cristo na sua vinda (Ap 7:4 / Ap 14:1-5). Eles serão, redimidos, seguirão o Cordeiro por onde quer que vá. Em Zacarias mostra no momento em que o Senhor vier livrar Jerusalém das mãos do anticristo, a conversão dos judeus.

Zacarias 12:10-14 – “E sobre a casa de Davi e sobre os habitantes de Jerusalém derramarei o espírito da graça e de súplicas; olharão para aquele a quem traspassaram; pranteá-lo-ão como quem pranteia por um unigênito e chorarão por ele como se chora amargamente pelo primogênito. Naquele dia, será grande o pranto em Jerusalém, como o pranto de Hadade-Rimom, no vale de Megido. A terra pranteará, cada família à parte; a família da casa de Davi à parte, e suas mulheres à parte; a família da casa de Natã à parte, e suas mulheres à parte; a família da casa de Levi à parte, e suas mulheres à parte; a família dos simeítas à parte, e suas mulheres à parte. Todas as mais famílias, cada família à parte, e suas mulheres à parte.”

Esses serão os 144 mil que clamarão por Jesus, a quem transpassaram. Assim se cumprir-se-á a palavra proferida por Jesus.

Mateus 23:37-39 – “Jerusalém, Jerusalém, que matas os profetas e apedrejas os que te foram enviados! Quantas vezes quis eu reunir os teus filhos, como a galinha ajunta os seus pintinhos debaixo das asas, e vós não o quisestes! Eis que a vossa casa vos ficará deserta. Declaro-vos, pois, que, desde agora, já não me vereis, até que venhais a dizer: Bendito o que vem em nome do Senhor!”

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Loading