3 de ago de 2011

PERÍODOS DA GRANDE TRIBULAÇÃO - During the Great Tribulation

PERÍODOS DA GRANDE TRIBULAÇÃO

Os capítulos 6 e 18 de Apocalipse descrevem as tragédias que ocorrerão durante a grande tribulação.

Quando a bíblia fala de 1260 dias (três anos e meio), refere-se à primeira fase da grande tribulação, quando o anticristo apresentará uma falsa paz, sinais e prodígios. Daniel 11:36 diz que seu governo será próspero nesse período. Ele será ardiloso e realizará proezas na política, na economia e na sociedade, que alcançará grandes conquistas: término da inflação, do tráfico de drogas, da dívida das nações menos desenvolvidas, etc.

O anticristo fará uma aliança com Israel durante sete anos (período da grande tribulação) Daniel 9:27 – “Ele fará firme aliança com muitos, por uma semana...” (uma semana profética de Daniel é de sete anos).
Esta aliança entre o anticristo e Israel se dará com a construção do templo Israelita (o templo dos judeus que fora destruído em 70 d.C pelo império romano).

Israel sonha com a reconstrução de seu templo, essa reconstrução já é debatida pelas autoridades de Israel. Donativos já estão chegando para isso, os judeus já começaram a preparar os utensílios do templo de acordo com as leis levíticas, centenas de jovens estão sendo treinados em Israel para serem usados como sacerdotes no templo quando ele for reconstruído. Eles já têm os planos, materiais, os mantos, etc.
O Anti-Cristo irá reconstruir esse templo. Essa construção pode ser muito rápida devido às moderníssimas técnicas empregadas em construção.
Um historiador judeu disse à REVISTA TIME: “Agora chegamos ao mesmo ponto em que Davi chegou quando conquistou Jerusalém. Da conquista de Jerusalém por Davi, até o momento em que Salomão construiu o templo, houve apenas uma geração. Assim também será conosco”.

Porém, nos últimos três anos e meio, última fase da grande tribulação, haverá a quebra da Aliança entre o Anticristo e Israel. Daniel 9:27 – “...na metade da semana (de sete anos, ou seja, 3,5 anos), fará cessar o sacrifício e a oferta de manjares; sobre a asa das abominações virá o assolador, até que a destruição, que está determinada, se derrame sobre ele”. Finalmente, quebrada a aliança, o anticristo marchará contra Israel.

Apocalipse 16:12-16 – “Derramou o sexto a sua taça sobre o grande rio Eufrates, cujas águas secaram, para que se preparasse o caminho dos reis que vêm do lado do nascimento do sol. Então, vi sair da boca do dragão, da boca da besta e da boca do falso profeta três espíritos imundos semelhantes a rãs; porque eles são espíritos de demônios, operadores de sinais, e se dirigem aos reis do mundo inteiro com o fim de ajuntá-los para a peleja do grande Dia do Deus Todo-Poderoso. (Eis que venho como vem o ladrão. Bem-aventurado aquele que vigia e guarda as suas vestes, para que não ande nu, e não se veja a sua vergonha.) Então, os ajuntaram no lugar que em hebraico se chama Armagedom”.

Armagedom significa Monte De Megido. Será o palco para a guerra das guerras. As tropas do anticristo marcharão contra Israel e se dirigirão para o Armagedom, no Megido, passando pelo grande rio Eufrates que se secará para a passagem dessas tropas. Esta será a “peleja do grande Dia do Deus Todo-Poderoso”, pois, quando as tropas do anticristo se posicionarem contra Israel, o próprio Senhor irá destruí-los pela manifestação da sua SEGUNDA VINDA, A VINDA VISÍVEL DO SENHOR.

O RIO EUFRATES secará conforme profecia bíblica no período da grande tribulação. Numa reportagem para THE NEW YORK TIMES, em 17/07/09, trouxe a seguinte notícia: O RIO EUFRATES SOFRE HÁ DOIS ANOS COM SECA E PODERÁ DESAPARECER DO IRAQUE. Conforme a reportagem divulgada mostra que o rio Eufrates está perdendo grande volume de água devido a uma grande seca que dura dois anos. Se continuar secando desta forma em pouco tempo este rio tão importante poderá desaparecer do Iraque.

Zacarias 14:2-3 – “Porque eu ajuntarei todas as nações para a peleja contra Jerusalém; e a cidade será tomada, e as casas serão saqueadas, e as mulheres, forçadas; metade da cidade sairá para o cativeiro, mas o restante do povo não será expulso da cidade. Então, sairá o Senhor e pelejará contra essas nações, como pelejou no dia da batalha”.

Ezequiel 38:14-16 - Portanto, ó filho do homem, profetiza e dize a Gogue: Assim diz o Senhor Deus: Acaso, naquele dia, quando o meu povo de Israel habitar seguro, não o saberás tu? Virás, pois, do teu lugar, dos lados do Norte, tu e muitos povos contigo, montados todos a cavalo, grande multidão e poderoso exército; e subirás contra o meu povo de Israel, como nuvem, para cobrir a terra. Nos últimos dias, hei de trazer-te contra a minha terra, para que as nações me conheçam a mim, quando eu tiver vindicado a minha santidade em ti, ó Gogue, perante elas.

O Senhor ajuntará grande exército para sua peleja em Israel. Os capítulos 38 e 39 de Ezequiel descrevem um futuro ataque contra Israel e a libertação que Deus proporcionará a Seu povo. Será muito grande o número dos exércitos que marcharão contra Israel, um exército formado por vários aliados, descritos na bíblia como: Gogue e Magogue (Rússia), Meseque e Tubal (situam-se na área da moderna Turquia), Pérsia (Irã), Etiópia (norte atual do Sudão), Pute (Líbia), Gômer (provavelmente a parte leste da Turquia e Ucrânia, também corresponde à Germânia ou Alemanha) e Togarma (região oriental da Turquia, próxima a fronteira da Síria, também corresponde à Armênia). Todos esses reinos narrados nos capítulos de Ezequiel 38 e 39 marcharão contra Israel no final da grande tribulação.

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Loading